Fazer transplante capilar doi?

Fazer transplante capilar dói? Esta é uma das primeiras grandes dúvidas que rondam a cabeça dos que se veem às voltas com a perda de cabelo e cogitam recorrer a um procedimento deste tipo para recuperar parte dos fios perdidos (http://artastransplante.com.br/).

Embora seja um procedimento cirúrgico, diversos pacientes não relatam dores após o fim do efeito da anestesia. Geralmente, o tipo de anestesia utilizada é a local.

Algumas pessoas não optam pelo uso de sedação leve, embora os profissionais de saúde recomendem a utilização deste tipo de medicamento, pois o procedimento de transplante capilar costuma ser demorado.

No entanto, é comum que muitas pessoas não reportem aos médicos qualquer tipo de desconforto durante a cirurgia.

O processo, aliás, é bem simples: é necessário apenas, em geral, um dia de internação para a realização do procedimento. O paciente costuma receber alta em menos de dois dias e o curativo é de fácil limpeza.

Para evitar complicações como sangramentos, os médicos desaconselham o uso de alguns medicamentos no dia que antecede a operação, como aspirina, ibuprofeno e outros anti-inflamatórios.

O que fazer em caso de dor?

Em alguns pacientes mais sensíveis, o transplante capilar dói, em especial no dia da cirurgia e na data imediatamente superior ao procedimento.

Para minimizar o desconforto, a recomendação dos médicos é de que o paciente utilize analgésicos comuns, como a dipirona.

Entretanto, a maioria daqueles que se submetem a esta técnica não fazem uso de qualquer medicamento.

Mesmo que não seja necessário, os médicos recomendam ainda que o paciente submetido a um transplante capilar descanse no dia imediatamente anterior ao procedimento, para evitar situações que possam causar dor.

Em caso de dores constantes ou alteração da região onde a operação foi realizada, procure imediatamente seu médico, para evitar futuras complicações à sua saúde ou ao procedimento.

 

Full Review

Conquistar um lutador de Wrestling

É raro encontrar mulheres que querem lutar por aqui na cidade que eu leciono. Mas sempre acabamos vendo casos e casos e em um deles tenho uma história extremamente interessante que merece ser compartilhada aqui com vocês. A história de uma aluna que tinha um fetiche por lutadores de MMA e que queria porque queria conquistar um lutador famoso do UFC. Parece uma meta grande demais para você? Pois saiba que deu certo e praticamente o que ela usou para isso foram técnicas! Isso mesmo, técnicas que são capazes de fazer você seduzir qualquer pessoa e conquista-la. Acredito que hoje ela não esta mais saindo com esse lutador, porem, ela conseguiu fazer com que ele fosse uma espécie de namorado dela por um tempo.

A conquista é uma arte e eu já tinha ouvido falar de conselheiros amorosos como aquele que o Will Smith faz o filme que chega a ganhar a vida sendo pago para ajudar os homens a ficarem menos tímidos. Isso tudo é real, mas não imaginava que o oposto fosse verdadeiro também. Que uma mulher fosse capaz de estudar para descobrir coisas como, por exemplo, conquistar um homem ou deixa-lo louco na cama.

Minha aluna, que vou chamar de Clara apenas para não identifica-la chegou já na primeira aula querendo dar em cima de mim. Mas como um homem casado não dei bola e apenas fiz tudo profissionalmente. E depois acabamos ficando amigos, que foi quando ela me disse que tinha essa intenção e que estava estudando em um site http://conquistaperfeita.com/como-conquistar-um-homem/ metodos para conseguir ficar irresistível e ao mesmo tempo poder dominar a cabeça dos homens. Certamente minha esposa deve ter feito esse curso, pois foi isso que aconteceu comigo…rs. Mas brincadeiras a parte, ela conseguiu conquistar um lutador famoso do UFC por um tempo e eu fiquei impressionado. Cheguei até a conhecer ele.

Full Review

Efeitos colaterais da luta

Quem luta, seja profissional ou de forma amadora, sabe que é muito comum o que chamamos de efeitos colaterais. Não são efeitos como os que vemos em bulas de remédios é claro… Mas com certeza eu posso dizer sem sombra de dúvida que ficamos literalmente marcados por algumas coisas que acontecem, seja no wrestling, no jiu jitsu ou então no boxe, os esportes que pratico atualmente!

Todo mundo sabe que o esporte que mais amo é o wrestling e este é um que da uma das maiores dores que tenho, a dor nas costas. Como ficamos muito agachados, fica difícil não usar muito a lombar para sustentar. O jiu jistu deixa muito problema nas mãos e em alguns casos nas costelas. Por fim, o Boxe é o que causou um dos meus maiores problemas apesar de que geralmente ele é o que possui mais proteção.

Eu fiquei míope devido ao Boxe e por isso tive que procurar uma cirurgia correção miopia que foi uma solução especializada para meu caso. Não teve erro, eu sabia que precisava arrumar aquela bagunça feita depois de um direto certeiro no meu olho. A proteção neste caso nem ajudou e eu cai direto no chão. Depois disso minha miopia, que já verdade eu já tinha piorou e tive dificuldade de enxergar por um tempo. As coisas são assim mesmo e ainda bem que consegui ajeitar tudo para poder voltar a praticar os esportes e lutas que tanto amo! Ninguém merece ficar parado.

Para quem quer fazer uma cirurgia refrativa ou que precisa fazer eu só posso dizer que é uma cirurgia bem tranquila e que praticamente a recuperação ocorre normalmente depois em apenas alguns dias. Assim estamos prontos, não para lutar, mas para pelo menos nos recuperar normalmente correndo, fazendo alguns exercícios para chegar na luta já com 100% do folego, faltando apenas recuperar o timing.

Full Review